O último dia de vida de um cão diagnosticado com um tumor…

Se te dissessem que ias morrer hoje, não gostarias de passar o dia com quem mais amas, a comer a tua comida favorita ou curtir ao máximo as tuas ultimas horas?

Foi o que aconteceu a Duke, um labrador diagnosticado com um tumor. Para tentar parar com a doença, uma das suas patas teve de ser amputada, mas o tumor não cedeu. A sua dona, Jordan Roberts, conta que o tumor se espalhou rapidamente após a amputação da pata e que o animal já sofria de dores muito intensas. A escolha de sacrificá-lo foi extremamente difícil, mas era a decisão mais sensata a ser tomada, evitando mais sofrimento ao seu amigo, adoptado três antes.

No seu último dia de vida, Duke fez tudo o que mais gostava! Comeu hambúrgueres, recebeu amigos, passeou pelo parque e brincou na água. Tudo para que pudesse estar feliz e tranquilo. Os seus últimos momentos foram captados pela fotógrafa Robyn Arouty, que criou uma série fotográfica contada na perspectiva de Duke.

 

“HOJE EU MORRI”, POR DUKE ROBERTS:

 

dukey-1
“Fizemos uma festa e eu comi muitos hambúrgueres.”

 

dukey-2
“E nós rimos muito.”

 

dukey-3
“E eu pensei o quanto eu vou sentir saudades de tudo isto.”

 

dukey-4
“Nós contámos piadas.”

 

dukey-5

“Mas também estivemos sérios”.

 

dukey-6
“Os meus amigos do lado vieram ver-me. Eles são gémeos. Quando alguém lhes ofereceu um dos meus hambúrgueres, um deles disse: ‘Não, obrigado. Eu não quero tirar nenhum ao Duke’.”

 

dukey-7

“A Kristen também me veio ver. Ela é a minha tratadora. E minha amiga.”

 

dukey-8

“Enquanto estávamos à espera do veterinário, a Kristen disse para irmos passear. E então alguém disse: ‘E se nós fôssemos brincar na água do parque no final da rua?’ E nós fomos.”

 

dukey-9

 

“Sabes que eu vou sentir a tua falta, certo?”

 

dukey-10

“E tu também, certo?”

 

dukey-11

“Eu preciso que tu me ajudes a olhar pela minha família.”

 

dukey-12

“Estás a ouvir-me? Isso é tudo o que eu quero!”

 

dukey-13

“Nós hoje nos molhamos”

 

dukey-14

 

“Nós hoje sorrimos.”

 

dukey-15

“Eu ouvi as crianças a brincar ao longe. E pensei nos meus dois bebés em casa. Eu amava protegê-los.”

 

dukey-16

 

“Eu hoje relaxei.”

 

dukey-17

“Eu não senti dor, apesar do tumor ter crescido tanto!”

 

dukey-18

“Eu senti amor!”

 

dukey-19

“Eu disse adeus à minha linda amiga Kira. Ela viu-me a saltar para cima de toda a gente antes do médico dizer que tinha chegado a hora. Eu estava animado, a saltar, feliz.”

 

dukey-20

“Bem, eu não disse adeus. Eu disse ‘até que nos encontremos novamente’.”

 

dukey-21

“Meu deus, eu tive tanta sorte! O nosso tempo foi curto. Mas vocês as duas deram-me uma segunda oportunidade e nós divertimo-nos ao máximo juntos. Tu adoras quando eu olho para ti. Eu nunca vou parar.”

 

dukey-22

“Até sempre, Dukey”