Pai canta para o seu filho prematuro depois da esposa morrer no parto

Lennon James nasceu prematuro às 24 semanas de gestação e infelizmente perdeu a batalha pela vida com quatro dias, após a mãe ter morrido com 30 anos no trabalho de parto. O pai Chris Picco, ao lembrar-se que durante a gravidez o bebé respondia com pontapés sempre que o ouvia a cantar, decidiu pegar na viola e cantar-lhe mais uma vez (e infelizmente a ultima) o tema “Blackbird” dos Beatles, ao seu pequeno na incubadora em estado bastante debilitado.

O bebé acabou por falecer um dia depois, e esta será a única e mais vincada lembrança entre pai e filho que Chris terá para recordar.

Chris deixou uma mensagem descrevendo o momento em que Lennon James se despediu da vida, dirigindo-se a todos aqueles que durante este tempo não deixaram de o apoiar a ele e à família e que foram contribuindo através de um fundo para pagar as despesas médicas.

“Queridos amigos, família e apoiantes. É de coração bem apertado que vos escrevo estas palavras. O meu pequeno guerreiro, Lennon James Picco adormeceu para sempre nos meus braços ontem à noite. Rodeado pela família, amigos e pelos melhores médicos, enfermeiros e o melhor pessoal médico do mundo. Estava vestido com um fato que a Ashley lhe tinha comprado, com pequenas guitarras e embrulhado num cobertor feito por uma grande amiga. Estou muito grato pelos quatro dias inesquecíveis que pude passar com ele. A mãe teria ficado tão feliz se tivesse tido o mesmo privilégio que eu de pegar nele ao colo, tocar-lhe, dar-lhe banho e cantar para ele. Sinto-me tão abençoado e honrado por tê-lo amado mesmo antes de ele se ter formado, por o ter partilhado com a mãe aquando ela o carregava, conhece-lo cara a cara e por ter tido ao colo este corpo tão pequeno e perfeito enquanto ele se despedia da vida por agora».