Passageiros empurram avião para poder descolar…com 52 graus negativos

Na passada terça-feira as rodas de um Tupolev Tu-134, da UTair, ficaram coladas ao piso coberto de gelo, depois de este estar 24 horas exposto à temperatura extrema que se fazia sentir em Igarka, na Síbéria, Rússia.

Os mais de 70 passageiros tiveram de colocar mãos à obra e saíram do avião para empurrar o enorme aparelho! Algum tempo depois, o voo lá acabou por seguir sem quaisquer outros problemas…

Não sei o que é mais incrível, se empurrar um “gigante” daqueles, ou ter de o fazer a uma temperatura daquelas…brrrrr!